Opinião

A “viagem” do doente até chegar a um diagnóstico

A Esclerodermia é uma doença reumática autoimune crónica e rara que afeta o corpo através do endurecimento do tecido conjuntivo. Pode aparecer em qualquer idade, sendo mais frequente em mulheres entre os 30 e 50 anos de idade, pelo que o diagnóstico precoce é vital. Annelise Roennow, doente com esclerose sistémica cutânea limitada durante 14 anos, faz uma “viagem” pelo percurso do doente até chegar ao diagnóstico.

Por favor faça login ou registe-se para aceder a este conteúdo.

Patrocínio