Atualidade

Intervenção intensiva mais precoce em estudo para condições crónicas da pele

O acompanhamento da evolução das condições inflamatórias crónicas da pele tem sido a abordagem tradicional da Dermatologia, começando pelo tratamento tópico, passando para a imunossupressão sistémica consoante a progressão da doença. No entanto, foram apresentados novos conhecimentos no artigo de revisão de Carter L; et al. (Journal of Investigative Dermatology 2021), sobre o potencial benefício de uma intervenção intensiva mais precoce para controlar os resultados a longo-prazo ou até prevenir o desenvolvimento da doença, se detetada na fase pré-clínica.

Por favor faça login ou registe-se para aceder a este conteúdo.

Patrocínio