Centro UCARE do CHVNGE cria questionário para saber a prevalência do dermografismo na população

O Centro UCARE do Serviço de Imunoalergologia do Centro Hospitalar de Vila Nova de Gaia e Espinho (CHVNGE) está a participar num estudo multicêntrico internacional sobre a prevalência da urticária dermográfica ou dermografismo na população em geral e criou um questionário para conhecer a prevalência, o impacto desta problemática e ajudar os profissionais de saúde na melhoria da qualidade dos cuidados prestados perante a patologia no futuro. As respostas são anónimas e qualquer pessoa pode responder.

A urticária dermográfica integra o grupo das urticárias indutíveis e além de crónica é muito comum. Clinicamente pode ser identificada através do surgimento de pápulas lineares avermelhadas com prurido após riscar, esfregar, pressionar ou coçar a pele, deste modo induz-se a urticária para que se verifiquem as reações na pele da pessoa. Pela informação constada do questionário, este tipo de dermografismo é “normal e não é patológico” e cada lesão “ocorre por um curto período de tempo”.

Atualmente são seguidos, neste centro hospitalar, cerca de 800 doentes com patologia associada à urticária, sendo que, nas palavras da coordenadora do Centro UCARE do CHVNGE, Dr.ª Isabel Rosmaninho, “este estudo permitirá não só conhecer a prevalência do dermografismo na população em geral e o impacto desta problemática, assim como ajudar os profissionais de saúde a melhorar a qualidade dos cuidados desta patologia no futuro”.

Tenha acesso ao questionário a partir deste link.